top of page

Adesões de empresas à Rede Mulher Florestal aumentam 21% em 2023

 

A Rede Mulher Florestal (RMF) fechou o balanço de 2023 com mais seis adesões de empresas do setor florestal, aumentando em 21% o número de pessoas jurídicas associadas. Essa e outras conquistas da organização ao longo do ano podem ser conferidas no Relatório Anual 2023.


As seis novas empresas que se associaram à RMF são: Bracell, Cenibra, Unifloresta, Florestar São Paulo, Instituto Pró Manejo Florestal e VBS Madeiras. Uma das líderes globais na produção de celulose solúvel, a Bracell não apenas se tornou uma associada, mas também passou a compor o conselho diretor na cadeira de vice-presidente da Rede, tendo a indicação de um nome para esta posição, de Lais Drezza.

 

 

Para ampliar sua rede e disseminar a equidade de gênero no setor, a RMF implementou ações estratégicas, como a estruturação da equipe executiva dedicada à Rede com a criação do cargo de Assessoria Administrativa e em Diversidade e Inclusão, além da continuidade da contratação da secretária executiva. A organização também reestruturou sua governança com novos fluxos, processos e atribuições – o que potencializou o alcance das atividades.


Segundo Taiana Arriel, secretária executiva da RMF, a Rede precisa do trabalho colaborativo entre suas instituições associadas para atingir sua missão. "O engajamento de pessoas físicas e jurídicas da Rede Mulher Florestal é uma das estratégias para aumentar esse trabalho, juntamente ao esforço no aumento da visibilidade, comunicação assertiva e participação em eventos externos, em que é possível abordar o tema de diversidade e inclusão no setor florestal de modo amplo e atingir diversos públicos. A estruturação interna, funcionalidades da Rede e governança são o pilar para fazer a engrenagem rodar", comentou Arriel.


Em 2023, 14 associadas PJs da RMF receberam reuniões de engajamento ao longo do ano, uma oportunidade para mapear expectativas e promover o pertencimento. A organização também reuniu 207 pessoas físicas associadas até 2023, em sua maioria mulheres (93,7%) que habitam em sua maioria os estados de São Paulo, Paraná e Minas Gerais, respectivamente.

 

13 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page